Design: Mostra reúne móveis de Fulvio Nanni

Museu da Casa Brasileira, nos Jardins, coloca em exposição 26 peças do desenhista, entre as quais duas inéditas

MARA GAMA
do Universo Online

Os móveis mais importantes de Fulvio Nanni (1952-1995) podem ser vistos a partir de hoje no Museu da Casa Brasileira.

Desenhista extremamente ágil e pesquisador de novos materiais, Fulvio Nanni foi destaque da geração de profissionais que nos anos 70 e 80 inventou formas novas de ocupar o espaço já reduzido da casa, usada tanto para moradia quanto para trabalho.

Pequenas dimensões, peças “descasadas” e versáteis e as rodinhas instaladas inusitadamente em poltronas, sofás, mesas e aparadores são soluções que Nanni colocou para circular com ousadia e humor e que testou na Nanni Movelaria, loja por ele criada em 1981 na rua Augusta, em São Paulo.

Habilidoso com a madeira, Nanni não se restringiu ao seu uso convencional e misturou a ela borracha, lona e tela para estofamentos e bases de aço e de fibra de cimento-amianto em seus projetos.

Processo artesanal

O experimentalismo impôs um processo artesanal de fabricação das peças e gerou uma coleção incomum e bem-acabada.

O próprio Nanni se referiu a esse processo artesanal, que inclui a criação de protótipos, como um de seus trunfos em relação à fabricação em série, porque podia “testar” suas peças rapidamente no show room da loja, enquanto uma grande fábrica levaria anos para fazê-lo.

Formado em Desenho Industrial no Mackenzie, em 1973, Nanni se especializou na mais conceituada e efervescente escola de design italiano -a Politécnica di Design, em Milão- e, de volta ao Brasil, iniciou uma produção intensa e de qualidade.

Em 1986 recebeu prêmio destaque do Museu da Casa Brasileira pelo criado-mudo Tridzio.
Foi também premiado em 1988 pelo armário Tuca. As duas peças estão na mostra do Museu da Casa Brasileira.

Peças inéditas

Também estão na mostra os móveis de influência deco, como a poltrona Raio e o gaveteiro Luna, a série Onda, com bar e aparador, e a modernista cadeira Sand, entre outras.
Ao todo, são 26 peças, duas delas inéditas.

A exposição da obra de Fulvio Nanni é a primeira do Projeto Design Brasileiro, que pretende resgatar a história do design brasileiro do século 20.

Exposição: Fulvio Nanni Onde: Museu da Casa Brasileira (av. Brigadeiro Faria Lima, 2.705, Jardins, tel. 011/210-2564) Quando: a partir de amanhã; de terça a domingo, das 13h às 18h; até o dia 12 de julho Vernissage: hoje, às 20h

Anúncios