Oferenda ‘bioagradável’ para Iemanjá e Carnaval com menos xixi na rua

Você gosta de ter a casa limpa? Iemanjá também! Esse é o mote de uma campanha de conscientização ambiental feita por escolas, associações de moradores, empresários, ONGs e a empresa de limpeza local para propor que as pessoas enviem oferendas “bioagradáveis” para Iemanjá no próximo 2 de fevereiro, dia de festa no mar, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador.

Cartazes e panfletos devem ser entregues aos pescadores que conduzem os barcos que saem da praia cheios de oferendas de visitantes e fiéis e para depositá-las em alto mar. Evitar presentes de plástico, vidro ou isopor, enviar de preferência flores brancas e frutas claras como uva e maçã verde e goiaba branca, borrifar perfume de alfazema nas flores e enviar sabonetes sem embalagem são as orientações da campanha. Se você vai apreciar uma das festas mais lindas do país, pense na dica.

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2015/01/1582663-oferenda-bioagradavel-para-iemanja-e-carnaval-com-menos-xixi-na-rua.shtml

Anúncios

Só no aniversário de 462 SP terá compostagem de árvore e restos de feiras

Se tudo correr bem, só no aniversário de 462 anos, em janeiro de 2016, é que São Paulo terá abertas suas primeiras centrais de compostagem de orgânicos, para processar os restos das feiras livres e sobras das podas de árvores de ruas e parques e transformar em adubo de boa qualidade.

Como bem mostrou uma reportagem publicada pelo UOL, no último dia 15 de janeiro, as cerca de mil árvores que caíram no município na primeira quinzena do ano, além dos estragos e prejuízos causados para as pessoas e para a vida da cidade, foram aumentar o volume de resíduos em aterros sanitários, misturadas ao lixo comum.

Segundo Silvano Silvério, presidente da Amlurb (Autoridade Municipal de Limpeza Urbana), não existe nenhum plano para aproveitar esse tipo de material antes da construção dessas centrais de compostagem.

As centrais fazem parte do plano de gestão da prefeitura, que prevê oito unidades com capacidade de processamento de 80 toneladas por dia. As duas primeiras devem ser instaladas até o fim de 2015, uma nas proximidades Aterro Bandeirantes, em Perus, e outra na área de Transbordo de Santo Amaro, na avenida Miguel Yunes.

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2015/01/1579237-so-no-aniversario-de-462-sp-tera-compostagem-de-arvore-e-restos-de-feiras.shtml

O copo d’água de Bill Gates e o tratamento local de esgoto

A imagem de Bill Gates tomando um copo d’água bombou em vídeos e fotos na mídia e nas redes sociais. O fundador da Microsoft tomou água que cinco minutos antes era esgoto, resultado de um dos projetos incentivados pela Fundação Bill e Melinda Gates para a transformação de dejetos humanos em energia e água potável, o JBO (Janicki Bioenergy Omniprocessor).

Segundo a fundação, a usina de tratamento é capaz de produzir diariamente 86 mil litros de água, com os dejetos de 100 mil pessoas, e pode ser reajustada para lugares mais populosos.

A usina ferve os dejetos, purifica o vapor resultante e dele retira água potável. O esgoto sólido é queimado e o seu gás passa por um gerador que produz eletricidade.

Ela é autossuficiente em energia e, além de gerar a eletricidade que necessita para operar, pode devolver para uma rede externa, pública ou privada, 250 kW diariamente. A empresa Janicki Bioenergy deve testar o Omniprocessor na cidade de Dakar, no Senegal.

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2015/01/1572704-lixo-o-copo-dagua-de-bill-gates-e-o-tratamento-local-de-esgoto.shtml

Em 15 anos, Europa quer avançar na economia circular e reciclar 70% dos resíduos urbanos

Até 2030, a União Européia espera reciclar 70% dos resíduos urbanos e 80% dos materiais de embalagem. A meta foi anunciada pela Comissão Europeia recentemente, dentro de um plano que estabelece as regulamentações jurídicas para incentivar e desenvolver a economia circular nos países membros.

Segundo a Comissão, essas regulamentações vão aumentar a reciclagem e evitar a perda de materiais valiosos, criar empregos, propiciar crescimento econômico, gerar novos modelos de negócio e reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

A economia circular espera substituir a economia tradicional global, que se estabeleceu a partir da Revolução Industrial, e que se baseia na exploração da natureza, com a retirada sistemática de recursos finitos, e não prevê proteção e reuso de recursos e energia, muito menos o planejamento de tratamento de resíduos das atividades geradoras de riqueza.

A economia circular é um modelo que pretende transformar as práticas econômicas do planeta por meio do design de produtos e sistemas, com o incentivo à utilização de insumos sustentáveis, à reciclagem, à produção de bens e serviços duráveis, e ao compartilhamento -e não a posse – desses bens e serviços. É a abordagem cradle-to-cradle (do berço ao berço).

 

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2015/01/1569647-lixo-em-15-anos-europa-quer-avancar-na-economia-circular-e-reciclar-70-dos-residuos-urbanos.shtml