Feios e tortos ganham desconto e viram ‘únicos’ no Carrefour

Meio tortos, meio gordos, meio magros. Dez tipos de frutas, verduras e legumes fora do
padrão visual habitual foram rebatizados de “únicos”, e são vendidos com descontos a
partir de 30%, em uma experiência piloto que começou na última sexta (27) no
Carrefour, em São Paulo.

São dez itens –abobrinha italiana, batata, berinjela, beterraba, cebola, cenoura, chuchu,
laranja, maçã, pepino e tomate– vendidos mais baratos todas as sextas, em dois
supermercados da rede, um no bairro de Pinheiros e outro na Estrada do Pêssego. As
unidades foram escolhidas por atenderem consumidores de perfis de renda bem
diferentes.

Mais em http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/10/1931607-feios-e-tortos-ganham-desconto-e-viram-unicos-no-carrefour.shtml

Anúncios

Aplicativo desvenda rótulos e amplia acervo com ajuda dos usuários

Cerca de 100 rótulos chegam diariamente ao acervo do Desrotulando, enviados pelos
usuários que fotografam embalagens de alimentos e enviam as imagens pelo celular, para saber se os produtos satisfazem suas exigências de consumo.

Com essas contribuições, o banco de dados do app conta com mais de 11 mil
produtos catalogados e é um de seus principais atrativos. “Temos os produtos mais
conhecidos, com as informações mais atualizadas, vindo direto dos rótulos”, diz o
sócio Gustavo Haertel Grehs. Os outros atrativos, segundo Grehs, são o fato de ser
pilotado por nutricionistas e a independência em relação à industria de alimentos.

Mais em http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/10/1931630-aplicativo-desvenda-rotulos-e-amplia-acervocom- ajuda-dos-usuarios.shtml

Projeto de reciclagem de jeans une Guess, Campana e Arrastão

Desde o último dia 16 de outubro e até o fim de novembro, oito lojas de jeans Guess nos Estados de São Paulo e Rio recebem doações de usados de qualquer marca para um projeto que une a ONG Projeto Arrastão e os designers Fernando e Humberto Campana.

Os doadores ganham descontos de 20% a cada peça doada na compra de shorts, bermudas e calças novos da marca Guess, que tem a coleção atual com preços a partir de R$179,00.

As peças coletadas serão entregues em dezembro para a ONG e vão virar matéria prima para o prosseguimento da “Coleção Jeans”, que começou a ser desenvolvida em oficinas ministradas pelos Campana para a ONG em 2015. Nessas oficinas, os jeans usados viram almofadas, capas e revestimentos de bancos e banquetas nas mãos dos jovens.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2017/10/1930695-guess-recebe-jeans-doados-para-projeto-dos-campana-com-ong.shtml

Pão de Açúcar expande vendas a granel com cervejas artesanais

Com a entrada das cervejas artesanais sem casco entre os produtos de uma loja de São Paulo, a rede de supermercados Pão de Acúcar está expandindo suas vendas a granel.

Menos embalagem supérflua para descartar e menos desperdício são as vantagens do sistema, identificado como tendência de varejo. Em Berlim, Lisboa, Montreal e Paris há mercados “embalagem zero”, que aboliram papéis e plásticos que embalam os produtos como forma de evitar a geração de resíduos.

Mais em http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/10/1929531-pao-de-acucar-expande-vendas-a-granel-com-cervejas-artesanais.shtml

Embalagem feita com resina de plásticos descartados ganha prêmio

No último dia 17, o pote de tira-manchas da marca Qualitá, lançada pelo Pão de Açúcar
este ano, foi um dos vencedores do 11 Prêmio Grandes Cases de Embalagem do ano.

O prêmio não se deve a uma inovação na forma ou nos atributos visuais, mas ao
processo de produção e à composição de material: 70% de resina reciclada e 30% de
matéria prima virgem.

Mais em http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/10/1929541-embalagem-feita-com-resina-de-plasticosdescartados-ganha-premio.shtml

 

Prefeitura de Londres ajuda consumidor a escolher veículo menos poluente

Na última terça-feira (17), a Prefeitura de Londres lançou uma ferramenta online que promete ajudar os consumidores a escolher os veículos novos menos poluentes do mercado.

Os veículos são responsáveis por metade das emissões tóxicas da cidade. O tipo de carro usado tem papel fundamental nos índices de poluição. Segundo a prefeitura, quase 8 milhões de londrinos vivem em áreas que excedem as diretrizes de qualidade do ar preconizadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

O Cleaner Vehicle Checker, ainda em fase de testes, classifica carros e furgões vendidos no Reino Unido a partir de setembro de 2015. Ele usa como referência o Euro 6, o limite mais recente estabelecido de quantidade de dióxido de carbono que os veículos na União Europeia podem emitir.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2017/10/1928432-prefeitura-de-londres-ajuda-consumidor-a-escolher-veiculo-menos-poluente.shtml

Só 40% dos brasileiros consomem frutas e hortaliças todo dia

O Brasil é o terceiro maior produtor de frutas do mundo, mas apenas 40% dos brasileiros comem frutas diariamente. Os que mais consomem estão concentrados na região Sudeste, têm maior escolaridade e pertencem às classes A e B. Como o consumo diário recomendado pela Organização Mundial de Saúde são 400 gramas ou 5 porções por dia, a conclusão é que o país está muito longe de uma dieta equilibrada.

Os dados fazem parte de uma pesquisa Datafolha com 2.089 entrevistas em 148 municípios em julho de 2017. A amostra representa a população brasileira com 16 anos ou mais, de todas as classes socioeconômicas. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Mais em http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/10/1927705-so-40-dos-brasileiros-consomem-frutas-e-hortalicas-todo-dia.shtml