Mercado de cosméticos naturais cresce com millenials

Os mais jovens querem produtos que não agridam o ambiente. O mercado é promissor: a geração dos nascidos a partir de 1999 será o maior grupo de consumidores do mundo até 2020, atingindo um total de 2,6 bilhões de pessoas, segundo estimativas.

Em junho, as feiras NaturalTech e Bio Brazil Fair, de produtos naturais e orgânicos, lançaram cerca de 1.500 itens de 500 marcas diferentes em São Paulo. De acordo com a empresa que organiza esses eventos, o mercado dos orgânicos brasileiro movimenta mais de R$ 3 bilhões por ano, com crescimento anual médio de 20%.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/07/mercado-de-cosmeticosnaturais- cresce-com-millenials.shtml

Anúncios

Adesão ao consumo consciente cresce entre brasileiros, diz pesquisa

Uma vida saudável está no topo da lista de desejos do consumidor brasileiro.

Acesso à água limpa, consumir alimentos frescos e nutritivos, ter tempo livre para passar com quem gosta, reduzir o lixo e o impacto com a geração de energia também fazem parte de um ranking de preferências, que aponta para um estilo sustentável.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/07/adesao-ao-consumoconsciente- cresce-entre-brasileiros-diz-pesquisa.shtml

Consumidor quer ser sustentável, mas não encara esforço para mudar

Uma vida saudável está no topo da lista de desejos do consumidor brasileiro. Acesso à água limpa, consumir alimentos frescos e nutritivos, ter tempo livre para passar com quem gosta, reduzir o lixo e o impacto com a geração de energia também fazem parte de um ranking de preferências, que aponta para um estilo sustentável. Convivendo com essa tendência, persiste o desejo pelo carro próprio.

O flagrante foi capturado pela pesquisa “Panorama do Consumo Consciente no Brasil”, que o Instituto Akatu lança em São Paulo nesta quarta, 25.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/07/consumidor-quer-sersustentavel- mas-nao-encara-esforco-para-mudar.shtml

Atuação social das empresas influencia escolha do consumidor

A atuação social das companhias influencia o consumo de seus produtos e elas são responsáveis, junto com o governo, pelo combate ao uso de mão de obra infantil.

As conclusões são baseadas em pesquisa encomendada pela Abrinq, organização que defende direitos e exercício da cidadania de crianças e adolescentes. Foram entrevistadas 1.068 pessoas em todas as regiões do país, homens e mulheres com idade entre 25 e 70 anos, em dezembro de 2017. Os resultados foram apresentados a líderes empresariais em São Paulo.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/07/atuacao-social-das-empresasinfluencia- escolha-do-consumidor.shtml

Carrefour e Gastromotiva criam laboratório de receitas antidesperdício

Um laboratório de receitas de pratos com o aproveitamento total dos ingredientes, a ser implantado no Rio, ainda este ano, é o resultado de um novo projeto da Gastromotiva, iniciativa de gastronomia social do chef curitibano David Hertz, que tem apoio da organização Food for Soul, do chef italiano Massimo Bottura.

O laboratório terá como objetivo produzir receitas desperdício zero, com o uso de cascas, talos e sementes de frutas, legumes e verduras para o preparo de bolos, geléias, molhos e conservas.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/07/carrefour-e-gastromotivacriam- laboratorio-de-receitas-antidesperdicio.shtml

Brasileiros jogam fora comida boa e não enxergam o desperdício

Jogar comida fora é pecado, diz o ditado. E apesar da maioria das pessoas se sentir culpada quando desperdiça, um terço da comida produzida no mundo vai para o lixo.

O consumidor tem grande responsabilidade nisso, mas não vê o desperdício que ocorre em seu modo de vida.

É o que revela uma pesquisa que mapeia hábitos alimentares no Brasil, nos Estados Unidos e na Argentina.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/07/brasileiros-jogam-fora-comidaboa- e-nao-enxergam-o-desperdicio.shtml