Novo prêmio para design-artesanato

No dia 29 de fevereiro vai ser lançado um novo prêmio de design, organizado pelo museu do objeto brasileiro A Casa. As inscrições vão de 29 de fevereiro a 30 de junho. O formulário deve estar disponível no site www.acasa.org.br depois do dia 29.

O prêmio terá quatro categorias: produção autoral, para objetos produzidos de forma artesanal ou semi industrial e concebidos por profissional, artesão ou micro e pequena empresa; produção coletiva, para objetos de mesmo tipo mas que sejam concebidos por comunidades ou coletivos; ação socio-ambiental, para projetos com foco em reutilização e reciclagem, desenvolvimento sustentável e inclusão social; novos projetos – estudantes e jovens profissionais, para projetos de protótipos que serão produzidos por artesãos. No lançamento, A Casa abre uma exposição retrospectiva da produção artesanal brasileira contemporânea, com curadoria de Adélia Borges, jornalista, crítica e pesquisadora de design. A Casa fica em,São Paulo, na rua cunha gago, 807, tel. + 55 11 3097 8840

Anúncios

Museu do Pão

Em 22 de fevereiro, foi inaugurado o Museu do Pão, na cidade de Ilópolis, no Rio Grande do Sul. O museu está instalado no agora restaurado Moinho Colognese, um edifício de madeira construído em 1917 por imigrantes italianos. Além de documentos sobre a história da panificação no Brasil, foi erguida uma escola, num anexo de linhas contemporâneas. Os projetos da restauração e da escola são do escritório paulistano Brasil Arquitetura, de Marcelo Ferraz e Francisco Fanucci, os mesmos do Museu Rodin na Bahia, do Museu da Imigração Japonesa, em Registro, do Teatro Polytheama, em Jundiaí, do Bairro Amarelo, em Berlim. Colaboradores diretos de Lina Bo Bardi. Se quiser saber mais sobre a história do escritório veja na Vitruvius.

E falando de museu do pão, o de Portugal fica na Serra da Estrela e até abril de 2008 tem uma exposição de cartões postais “com publicidade a produtos ou estabelecimentos alimentares”, com 120 exemplares.

A mostra traz cartões produzidos desde o século 19 até meados do século 20. Se não puder comparecer, dê uma olhada no site, na sugestiva Sala do Pão Político, que mostra iconografia e objetos ligados à história do pão em Portugal desde 1640 até 1974,  o ano da Revolução dos Cravos.