Bordando o Design

 

Bordando Design

Colar do designer Antonio Bernardo com bordado de Maria Teresa de Souza Agra

Terça, 11 de outubro de 2011, a Galeria Vermelho, em São Paulo, vai realizar o leilão de parede das obras do projeto Bordando Design. O projeto tem curadoria das designers Baba Vacaro e Claudia Moreira Salles. A convite da Associação de Assistência à Criança e ao Adolescente Cardíacos e aos Transplantados do Coração, ACTC, que presta atendimento multidisciplinar a crianças portadoras de doenças cardíacas e seus familiares, as duas designers escalaram um time de criadores para projetar novos objetos ou versões especiais de algum projeto próprio que acolhesse os trabalhos de bordados realizados pelas mães das crianças e adolescentes atendidas pela entidade.

As curadoras selecionaram os designers Antonio Bernardo, Carlos Motta, Estudio Manus- Caio de Medeiros e Daniela Scorza, Fernando e Humberto Campana, Isay Weinfeld, Jacqueline Terpins, Jun Sakamoto, Kimi Nii, Marcelo Rosenbaum, Nido Campolongo, Rodrigo Almeida e Sergio Rodrigues para encampar o projeto. A associação se encarregou de formar as parcerias de trabalho entre designers e bordadeiras. 

 

Bordando Design

Sergio Rodrigues com bordado de Verônica de Lucena Escobar e Juliany Pinheiro Lima de Jesus

Os resultados desse encontro surpreendem, cada qual a seu modo, fazendo vislumbrar as infinitas possibilidades de criação, quer por justaposição, colagem ou fusão destas linguagens e autorias.

Bordando design

Jacqueline Terpins com bordado de Juliany Pinheiro Lima de Jesus

 

São peças únicas. Não foram feitas visando reprodução e escala, e sim a valorização da experiência profunda e do encontro entre dois tipos de trabalho diferentes, com suas próprias dinâmicas e histórias, que se contrastam e se completam e projetam novos significadosCom a herança artesanal, os bordados somam a cada uma das peças criadas pelos designers suas texturas, transparências, levezas e o traço humano que aquece e particulariza.

Sob todas essas camadas expressivas está o fato de que foram feitos, assim como em muitos relatos dos mitos, nos intervalos de tempo consagrados à espera da passagem das horas, na esperança da cura.

Uma relação de entrega mútua, descreve a designer Jacqueline Terpins. Na mesa de  vidro de sua autoria, a interferência do bordado no vidro potencializa as qualidades de ambos, não só do ponto de vista dos materiais, mas na criacão de uma narrativa.

Jacqueline projetou desenhos de moscas que foram bordadas por Juliany Pinheiro Lima em organza com habilidade e delicadeza. Nas mãos de Juliany, ganharam volume e realismo. As moscas foram recortadas, fixadas e inseridas entre as lâminas de vidro da mesa, desenhando um percurso que também alude a um flagrante da passagem do tempo pela janela.

O trabalho com a memória é o fundamento do projeto do estudio Manus. Os designers resgataram uma pequena toalha com bordado, parte de um enxoval de família, bordado por freiras de um convento em Minas Gerais, e samplearam os temas – guirlandas de rosas – em escalas diferentes.

Bordando Design

Studio Manus com bordado de Juliany Pinheiro Lima de Jesus

Recuperado o bordado, os tecidos com eles embalaram e aqueceram a microcasa, sua instalação especial para o projeto.

A exposição, com projeto de Edu Brandão, fica até dia 29 de outubro. As fotos desta página foram feitas pelos fotógrafos Romulo Fialdini, Marcelo Trad e Mariana Chama e integram o lindo catálogo da mostra, feito pela designer gráfica Leticia Moura. Escrevi o texto de apresentação.

A Galeria Vermelho fica na rua Minas Gerais, 350.

Anúncios