Retalhos e materiais naturais ganham espaço em artigos para casa

O consumidor está mais interessado em saber a origem do que come, bebe, veste e usa, no corpo e na casa. Para contemplar essa tendência, uma das maiores feiras de objetos para casa destinados a lojistas e hotéis do Brasil inclui em seu cardápio mais produtos com componentes sustentáveis.

Cecilia Rima é uma das criadoras da feira Abup (Associação Brasileira das Empresas de Utilidades e Presentes), que tem sua 37ª edição de 15 a 19 de agosto em São Paulo. Ele garimpa objetos há 20 anos em fornecedores na China, na Índia e no Vietnã. “Há 4 ou 5 anos, eu não via a preocupação com sustentáveis em meus clientes. Hoje, nas feiras internacionais, há estandes inteiros dedicados a esses produtos”, diz.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/08/retalhos-e-materiais-naturaisganham- espaco-em-artigos-para-casa.shtml

Anúncios

Comunidades se associam na gestão de hortas orgânicas

Toda quinta-feira, a administradora Paula Andrade recebe a lista de frutas, verduras e legumes orgânicos que poderá pegar na terça seguinte, o dia da partilha na CSA Atibaia. Ela entrou no grupo há 1 ano e meio – tornou-se coagricultora – e também participa das atividades de administração e comunicação do grupo de forma voluntária.

CSA é Comunidade que Sustenta a Agricultura, modelo em que os consumidores assumem os riscos da produção e dividem os resultados do plantio, em sistema de colaboração com os agricultores.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/05/comunidades-se-associam-nagestao- de-hortas-organicas.shtml

Selo de “cozinha responsável” estreia em fevereiro em SP

Com uma oficina de compostagem de alimentos orgânicos, na tarde do dia 22, uma equipe do Clarion, da rede de restaurantes Badebec, cumpriu mais uma das etapas de treinamento para a obtenção do primeiro selo de Cozinha Saudável Responsável (CSR) de São Paulo. O certificado será dado no próximo dia 9 de fevereiro.

Para obter o selo, um estabelecimento tem de se submeter a um processo educativo para atender a 28 critérios, que vão do abastecimento ao descarte, passando pela elaboração do cardápio, pela comunicação eficaz com os clientes e pelo engajamento em campanhas pela diminuição do consumo de carne.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/01/1952516-selo-de-cozinharesponsavel- estreia-em-fevereiro-em-sp.shtml