Mesa discute Lina Bo Bardi e a arte popular e o design brasileiros

Na terça, dia 10, 20h, a galeria Pontes, em São Paulo, faz uma mesa redonda sobre a contribuição da arquiteta Lina Bo Bardi para o pensamento, a exposição e a compreensão da arte popular e do design brasileiros.

Participam do debate o museólgo e crítico Fabio Magalhães, que foi curador-chefe do MASP, secretário da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, diretor da Pinacoteca e do Memorial da América Latina; o arquiteto Andre Vainer, que integrou a equipe de Lina em grandes projetos, realizou a mostra do acervo de arte popular no Solar do Ferrão na Bahia e é o autor do projeto de recuperação do Solar do Unhão, onde está instalado o Museu de Arte Moderna da Bahia, em Salvador; a jornalista, professora e crítica de design Adélia Borges, que dirigiu o Museu da Casa Brasileira, em São Paulo, de 2003 a 2007; a designer e consultora Baba Vacaro, que faz a direção de criação da Dominici e da Dpot; o arquiteto Giancarlo Latorraca, que integrou a equipe de Lina na restauração do Palácio das Indústrias e é diretor técnico do Museu da Casa Brasileira; o jornalista e arquiteto Pedro Ariel Santana, autor de “Artesãos do Brasil” e redator-chefe da revista Casa Claudia, da Editora Abril, e esta blogueira.

A galeria Pontes fica na rua Minas Gerais, 80, em Higienópolis. O encontro começa as 20h.

Anúncios

Exposição nas galerias da Via Po, em Turim

Nas galerias cobertas, comuns em toda a cidade, e que também estão nas laterais da Via Po, uma exposição de fotos pregadas nas arcadas superiores acompanha o passeio dos pedestres. A mostra, que começou em março e vai até dezembro, pretende reforçar a idéia da presença constante do design na vida cotidiana das pessoas.

Da Via Po a Piazza Vittorio Veneto, são 80 cartazes impressos em material vinílico com ícones do design, com nome do autor, data e definições bem-humoradas e sintéticas. A mostra faz parte do projeto Turim 2008 – capital mundial do design.