Indústria de alimentos e Idec têm propostas diferentes para sinalização

As associações da indústria e de defesa dos consumidores apresentaram em outubro
suas propostas para a reformulação dos rótulos nutricionais.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) organiza a discussão do tema em
um grupo de trabalho para a reformulação do sistema brasileiro.

Em comum, as propostas das entidades têm a inserção de uma sinalização na parte
frontal das embalagens, o caráter obrigatório desta sinalização e a intenção manifesta
de aumentar a informação disponível ao consumidor.

Mais emhttp://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/11/1933387-industria-de-alimentos-e-idec-tem-propostas-diferentes-para-sinalizacao.shtml

Anúncios

Grupo de trabalho avalia propostas de design da nova rotulagem no país

Na próxima quinta, 9, um grupo de trabalho avalia propostas de novo design para rótulos nutricionais de alimentos para o país.

Ministério da Saúde, associações de indústrias e de consumidores e a Anvisa, órgão regulador, vão analisar exemplos de outros países e propostas encaminhadas pela Abia e pelo Idec.

Mais em http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/11/1933366-grupo-de-trabalho-avalia-propostas-de-design-da-nova-rotulagem-no-pais.shtml

Campanha liga falta de informação em rótulos a má alimentação e obesidade

“Você tem o direito de saber o que come” diz uma campanha veiculada em TV pela
primeira vez no último dia 1º e que será colocada em jornais, revistas, rádio e internet
neste mês.
No vídeo principal da campanha, uma família que consome ultraprocessados vê com
surpresa a revelação de componentes não explícitos dos produtos, como as gorduras de
uma caixa de bolo ou o açúcar de um pacote de suco industrializado.

Mais em http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/11/1933322-campanha-liga-falta-de-informacao-em-rotulos-a-ma-alimentacao-e-obesidade.shtml

Aplicativo desvenda rótulos e amplia acervo com ajuda dos usuários

Cerca de 100 rótulos chegam diariamente ao acervo do Desrotulando, enviados pelos
usuários que fotografam embalagens de alimentos e enviam as imagens pelo celular, para saber se os produtos satisfazem suas exigências de consumo.

Com essas contribuições, o banco de dados do app conta com mais de 11 mil
produtos catalogados e é um de seus principais atrativos. “Temos os produtos mais
conhecidos, com as informações mais atualizadas, vindo direto dos rótulos”, diz o
sócio Gustavo Haertel Grehs. Os outros atrativos, segundo Grehs, são o fato de ser
pilotado por nutricionistas e a independência em relação à industria de alimentos.

Mais em http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/10/1931630-aplicativo-desvenda-rotulos-e-amplia-acervocom- ajuda-dos-usuarios.shtml

Pão de Açúcar expande vendas a granel com cervejas artesanais

Com a entrada das cervejas artesanais sem casco entre os produtos de uma loja de São Paulo, a rede de supermercados Pão de Acúcar está expandindo suas vendas a granel.

Menos embalagem supérflua para descartar e menos desperdício são as vantagens do sistema, identificado como tendência de varejo. Em Berlim, Lisboa, Montreal e Paris há mercados “embalagem zero”, que aboliram papéis e plásticos que embalam os produtos como forma de evitar a geração de resíduos.

Mais em http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/10/1929531-pao-de-acucar-expande-vendas-a-granel-com-cervejas-artesanais.shtml

Embalagem feita com resina de plásticos descartados ganha prêmio

No último dia 17, o pote de tira-manchas da marca Qualitá, lançada pelo Pão de Açúcar
este ano, foi um dos vencedores do 11 Prêmio Grandes Cases de Embalagem do ano.

O prêmio não se deve a uma inovação na forma ou nos atributos visuais, mas ao
processo de produção e à composição de material: 70% de resina reciclada e 30% de
matéria prima virgem.

Mais em http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/10/1929541-embalagem-feita-com-resina-de-plasticosdescartados-ganha-premio.shtml