Aplicativo permite compartilhar peças de moda e variar no look

“Compre menos, escolha bem, faça durar”, são lemas que a estilista britânica Vivienne Westwood tem usado na sua militância em prol do meio ambiente e da economia verde. Uma das mais importantes forças criativas do movimento punk, Westwood retomou o discurso no video recém-lançado de sua coleção Verão 2019, onde aparece usando uma camiseta que pede “Buy Less” (compre menos).

Mas como comprar pouco e seguir na moda, que por natureza se renova com muita rapidez? Foi para responder a essa demanda que foi planejado o aplicativo LOC , de aluguel de roupas, que nasceu em Salvador no começo do ano, chegou a São Paulo em julho e até o último dia 10 de setembro já havia realizado 1.980 operações e conseguido mais de 20 mil downloads, para Android e iOS.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/09/aplicativo-permitecompartilhar- pecas-de-moda-e-variar-no-look.shtml

Anúncios

Como diminuir a pegada de plásticos descartáveis no cotidiano

As medidas necessárias para evitar o aumento da poluição dos mares dependem de empresas, governos e dos consumidores. Aproveite esta Semana do Meio Ambiente para começar a mudar a sua pegada de plásticos descartáveis no planeta. Abaixo dez sugestões:

1. Carregue sacolas retornáveis

Sacola de pano bem dobrada vai bem na mochila ou na bolsa e serve para aquela paradinha no supermercado na volta para casa. Se você faz compras planejadas, então, é mais fácil ainda. Deixe num local bem à vista. Evite as sacolas plásticas.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/06/como-diminuir-a-pegada-deplasticos- descartaveis-no-cotidiano.shtml

Encare seu lixo e aproveite a crise para mudar hábitos

A paralisação dos caminhoneiros teve reflexo direto no escoamento de resíduos urbanos, com redução da coleta comum e suspensão da seletiva, em várias cidades. Como resultado, o lixo gerado diariamente pode se acumular nas casas e nos locais de trabalho.

Lidar com esse incômodo – encarar seu lixo de frente – pode ser uma oportunidade para mudar seus hábitos de consumo, a forma como você aproveita os alimentos e a sua organização doméstica. Abaixo, um roteiro com dez tópicos para auxiliar seu planejamento e uma relação mais proveitosa com os resíduos.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/05/encare-seu-lixo-e-aproveite-acrise- para-mudar-habitos.shtml

E você, o que faz pela água do planeta?

Banho rápido, captar água de chuva, consumir menos descartáveis e atuar na comunidade. Todas essas atitudes podem ajudar a proteger o bem mais valioso do planeta.

Na próxima quinta, 22, se comemora o Dia Mundial da Água. Instituído pela ONU há 25 anos, o dia marca lançamento de uma campanha.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/03/e-voce-o-que-faz-pela-agua-doplaneta. shtml

Guia dá dicas de segurança para crianças no YouTube

“Não existe bloqueio digital perfeito”. É uma das advertências de um guia para navegar com mais segurança no YouTube divulgado pelo Movimento Infância Livre do Consumismo (Milc).

O Milc existe desde 2012 e reúne pais, professores e ativistas preocupados com a veiculação de propaganda nas escolas e publicidade dissimulada em conteúdos apresentados em canais e vídeos na internet. Eles se uniram para difundir informações e provocar discussão sobre esses temas.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/03/guia-da-dicas-de-segurancapara- criancas-no-youtube.shtml

Saiba como reduzir os impactos ambientais da casa

Antes de comprar aparelhos que prometem economia, o primeiro passo para ter uma casa mais sustentável é analisar os itens que causam impactos ambientais, quantificá-los e tentar reduzir os tempos de uso ou quantidades. Geração de lixo, consumo de energia e consumo de água são os três grupos de atividades importantes.

Metade do consumo total de água doméstico, por exemplo, vem do chuveiro. “Se um item apenas é responsável por 50% do gasto, é claro que você deve começar por ele. Regulando o tempo de banho, o resultado vem na conta”, diz o engenheiro Luiz Henrique Ferreira, da consultoria Inovatech. “Para obter esse controle, os timers podem ajudar”, diz.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/02/saiba-como-reduzir-osimpactos- ambientais-da-casa.shtml

É hora de avaliar hábitos e projetos para atingir metas financeiras de 2018

Sair do vermelho é a meta de 2018 de 27% dos entrevistados em pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Juntar dinheiro é o objetivo de 45% dos brasileiros.

Como conseguir realizar? Clareza de propósitos, autoconhecimento e controle são essenciais. Pensar sobre a vida, avaliar hábitos, escolher prioridades e manter as rédeas na hora de gastar são passos importantes. O Instituto Akatu para o Consumo Consciente elaborou um roteiro para ajudar a começar bem o ano e se preparar para atingir suas metas.

Mais em: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/01/1953582-e-hora-de-avaliar-habitos-e-projetos-para-atingirmetas- financeiras-de-2018.shtml