Lançamento é bom apanhado da obra do designer Paulo Alves

Volume traz textos do arquiteto Marcelo Rosenbaum e do músico Nando Reis

As referências a galhos de árvores e raízes que estruturam a estante Floresta ou a mesa Guaimbê, criadas pelo designer Paulo Alves, tornaram-se uma das marcas registradas de sua marcenaria. Mas não a única.

As linhas simples, o apreço pelas madeiras de vários tipos e tonalidades e a exploração das texturas de materiais não puros e nem muito valorizados, como os compensados e laminados, são qualidades que também se destacam nos produtos do designer.

E há também uma trilha própria bem diferenciada, no uso das formas orgânicas, como a dos bancos Descartes e Pedra e do prato Lasca, ou nas estruturas irregulares, como no caso da série Iberê, feita de madeira jacarandá de demolição e laminado colorido.

Essas escolhas conceituais e construtivas e seus resultados estéticos podem ser conhecidos no livro “Paulo Alves”, que conta os 20 anos de carreira do designer e que tem lançamento em São Paulo nesta quarta (4).

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrada/206742-lancamento-e-bom-apanhado-da-obra-do-designer-paulo-alves.shtml

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s