Relatório aponta danos ambientais da indústria da moda

Na China, o tempo de utilização da roupa caiu 70% nos últimos 15 anos e 60% das pessoas dizem possuir mais roupas do que precisam, o mesmo índice da Alemanha. No mundo todo, mais da metade da moda rápida produzida é descartada em menos de um
ano. A cada ano, US$ 460 bilhões são jogados fora em roupas que poderiam ser ainda utilizadas.

A combinação entre excesso de consumo e descarte veloz é um dos mais graves problemas da moda, mas há muitos outros. O mais conhecido é o alto consumo de água. São 93 bilhões de metros cúbicos de água anualmente na produção de têxteis.

A indústria e os negócios da moda geram emissões de gases do efeito estufa de 1,2 bilhão de toneladas ao ano, mais que a poluição atribuída aos aviões. Meio milhão de toneladas de microfibras de plástico são expelidas por ano a partir de roupas lavadas, 16 vezes mais que as microesferas de plástico presentes nos cosméticos. No final das contas, essas microfibras vão poluir os mares.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2017/12/1941687-relatorio-aponta-danos-ambientais-da-industria-da-moda.shtml

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s