Artistas da Bienal

A Fundação Bienal de São Paulo anunciou nesta terça a seleção de 40 artistas (ou coletivos) para a 28ª Bienal Internacional de São Paulo, que começa em outubro. Mostrou também sua marca (imagem acima), criada pela designer Elaine Ramos, e informou que a mostra terá um video lounge cuja programação ficará a cargo do artista Wagner Morales. Segue a lista dos artistas ou coletivos. Em negrito, aqueles que desenvolverão os trabalhos especificamente para a mostra.

Alexander Pilis (Rio/1954, vive em Barcelona)
Allan McCollum (Los Angeles/1944. Vive em Nova York)
Ângela Ferreira
(Maputo/1958. Vive em Lisboa)
Armin Linke
(Milão/1966)
assume vivid astro focus
(NYC e Paris/2000)
Carla Zaccagnini
(Buenos Aires/1973. Vive em São Paulo)
Carlos Navarrete
(Santiago do Chile/1968)
Carsten Höller
(Bruxelas/1961. Vive em Estocolmo)
Cristina Lucas (Jaén, Espanha/1973. Vive em Madri)
Dora Longo Bahia
(São Paulo/1961)
Eija-Liisa Ahtila (Hämeenlinna, Finlândia/1959. Vive em Helsinque)
Erick Beltrán
(Cidade do México/1974. Vive em Barcelona)
Fernando Bryce (Lima/1965. Vive em Berlim)
Fischerspooner
(Nova York/1998. Vivem em Nova York)
Gabriel Sierra
(San Juan de Nepomuceno, Colômbia/1975. Vive em Bogotá)
Goldin+Senneby
(Estocolmo/2004)
Iran do Espírito Santo
(Mococa/1963. Vive em São Paulo)
Israel Galván (Sevilha/1973)
Javier Peñafiel
(Zaragoza/1964. Vive em Barcelona)
João Modé
(Resende/1961. Vive no Rio de Janeiro)
Joan Jonas (Nova York/1936)
Joe Sheehan (Nelson, Nova Zelândia/1976. Vive em Wellington)
Leya Mira Brander
(São Paulo/1976)
Los Super Elegantes (San Francisco/EUA, 1995. Vivem em Los Angeles)
Mabe Bethônico
(Belo Horizonte/1966)
Marina Abramović (Belgrado/1946. Vive em Nova York)
Matt Mullican (Santa Mônica/1951. Vive em Nova York)
Maurício Ianês
(Santos/1973. Vive em São Paulo)
Mircea Cantor
(Oradea, Romênia/1977. Vive em Paris)
Nicolás Robbio
(Mar Del Plata, Argentina/1975. Vive em São Paulo)
O Grivo
(Belo Horizonte/1990)
Paul Ramirez Jonas
(Pomona, EUA/1965. Vive em Nova York)
Peter Friedl (Oberneukirchen, Áustria/1960)
Rivane Neuenschwander
(Belo Horizonte/1967)
Rodrigo Bueno
(São Paulo/1967)
Rubens Mano
(São Paulo/ 1960)
Sarnath Banerjee
(Calcutá/1972. Vive em Nova Délhi)
Sophie Calle (Paris/1953)
Valeska Soares
(Belo Horizonte/1957. Vive em Nova York)
Vasco Araújo (Lisboa/ 1975)

A 28ª Bienal Internacional de São Paulo tem como tema “Em vivo contato” e será realizada de 26 de outubro a 6 de dezembro de 2008, no Pavilhão Ciccillo Matarazzo, Parque Ibirapuera, São Paulo.

A curadoria de Ivo Mesquita e Ana Paula Cohen também anunciou os projetos especiais que farão parte da mostra:  “Archivo Abierto”, do Centro de Documentación de las Artes, de Santiago, Chile; “Cinema Capacete”, do Rio de Janeiro, Brasil; Ivaldo Bertazzo, São Paulo, Brasil; e “Weightless Days”, de Ângela Detanico & Rafael Lain (Brasil), Megumi Matsumoto & Takeshi Yazaki (Japão), Dennis McNulty (Irlanda).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s