O processo

Defeitos e qualidades de um lançamento serão levados ao tribunal num dos eventos paralelos aos salões de Milão.

A cadeira "processada" de Gcric

O “Processo ao Design”, segundo os organizadores, terá acusação e defesa. O designer e o produtor vão atuar apenas como testemunhas, analisando e aceitando ou não as provas levantadas.

O “elenco” é promissor: O objeto é a uma cadeira de escritório 360, da Magis. A acusação ficará por conta de Jonathan Olivares, a defesa pela curadora do MoMA Paula Antonelli e as testemunhas são Konstantin Grcic, o criador da linha 360, e Eugenio Perazza, da marca Magis

Versão com pés mais altos

Dia 23, 17h, no Teatro do Triennale Design Museum.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s