‘Cidade Gráfica’ expõe design e ativismo

Um grupo chega ao estádio lotado para uma partida e segue para tomar seu lugar na arquibancada.

Em movimento calculado para ser flagrado pelas panorâmicas das transmissões de TV, desfralda sua enorme bandeira. Em vez da tradicional evocação à garra de algum time de futebol, está escrita a pergunta: “Onde estão os negros?”.

De autoria do coletivo Frente 3 de Fevereiro, que se apropria de formas diversas de veiculação de informação, o vídeo pode ser visto na mostra “Cidade Gráfica”, que traça um panorama das estratégias de design visual em mensagens que são trocadas na vida complexa das cidades.

Manifestos, ativismo, pesquisa sobre o design regional espontâneo (ou vernacular), intervenções poéticas e ficções sobre o espaço fazem parte da exposição.

O cartaz vazado “Sempre algo entre nós”, de Vitor Cesar Junior, poderia ser a epígrafe da mostra, diz a curadora Elaine Ramos. “A ideia remete tanto à cidade como espaço que nos une quanto à função do design como mediação.”

O trio formado por Ramos, Celso Longo e Daniel Trench construiu um panorama fresco da produção contemporânea brasileira, partindo de uma seleção inicial de campo, completada por uma chamada pública de trabalhos. O resultado são 40 obras de 36 artistas e coletivos de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Rio, Pará e Bahia.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrada/197051-cidade-grafica-expoe-design-e-ativismo.shtml

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s