Lixo: Aumenta número de cidades que proíbem embalagens de isopor para comida

A cidade de Oxford se tornou a primeira no Reino Unido a banir embalagens de poliestireno expandido (EPS, o isopor) para alimentos. Elas são o principal resíduo gerado pelas vans e carrinhos de comida que se espalham pela cidade e pelas cadeias de fast food.

Os vendedores ambulantes vão ser obrigados a usar recipientes biodegradáveis. A iniciativa tenta reduzir a quantidade de isopor que a cidade envia para os aterros sanitários. Em entrevista ao jornal “The Independent”, um dos líderes do Partido Trabalhista local, Bob Price, disse que a mudança é significativa para a melhoria do ambiente das ruas. Ele acredita que outras cidades vão seguir o mesmo rumo.

Em janeiro, Nova York (EUA) também decidiu banir as embalagens de EPS em restaurantes, cantinas de escolas e também na comida de rua. Mas a proibição só começa a valer em julho. Ela entra em vigor por um período de carência de seis meses, durante o qual as empresas não serão ainda multadas, e depois começa a valer o sistema de multas.

Com a medida, a cidade espera deixar de depositar em aterros, ruas e vias navegáveis cerca de 30 mil toneladas desse tipo de resíduo. Mais de 70 cidades nos Estados Unidos, incluindo Washington, San Francisco e Seattle já baniram esse tipo de embalagem.

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2015/04/1617751-lixo-aumenta-numero-de-cidades-que-proibe-embalagens-de-isopor-para-comida.shtml

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s