Brasil gera resíduo como país rico, mas não coleta nem recicla como tal

Brasil gera cada vez mais resíduos e a média por habitante é semelhante a de países ricos, mas tem reciclagem muito abaixo dos níveis de países da mesma faixa de PIB (Produto Interno Bruto).

A geração de resíduos no país cresceu muito mais que a população nos últimos anos. Entre 2010 e 2014, a população cresceu 6%, enquanto a geração de resíduos aumentou 29%. Cada brasileiro produz mais de 1 kg de resíduos por dia, em média. São 387 kg por habitante por ano, o equivalente ao que é produzido nos países de rendas média e alta, que são aqueles que têm PIB per capita em torno de US$ 10 mil por ano. É mais que a média japonesa, de 354 kg por habitante por ano. Quando se trata da coleta e da destinação adequada de resíduos, no entanto, o país se equipara aos países de renda inferior a U$ 1 mil por ano.

Entre os países de PIB alto, a coleta pode chegar próxima de 100% do que é gerado e a destinação adequada atinge 96% do total, ou seja, apenas 4% saindo fora do sistema recomendado. No Brasil, de acordo com dados 2014, mais de 20 milhões de pessoas não contam com coleta regular. Cerca de 3.300 municípios enviam seus resíduos a lixões ou aos chamados aterros controlados, que não cumprem todos os requisitos de controle ambiental. Isso significa que 42% dos resíduos coletados não foram tratados  adequadamente.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2016/08/1804739-brasil-gera-residuo-como-pais-rico-mas-nao-coleta-e-nem-recicla-como-tal.shtml

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s