Brasil é o 2º maior gerador de e-lixo das Américas

Nove pirâmides de Gizé ou 4,5 mil torres Eiffel. Em 2016, o peso equivalente a esses combos de monumentos, 44,7 milhões de toneladas, foi gerado de lixo eletrônico no mundo, um aumento de 8% em relação a 2014.

Até 2021, a produção dessa sofisticada sucata deve superar as 50 milhões de toneladas ao ano, um aumento de cerca de 17%. Estima-se que o desperdício potencial desses materiais seja equivalente a US$ 55 bilhões.

TVs, celulares, aparelhos de som, video e outros eletrônicos com placas possuem componentes valiosos como ouro, prata, cobre, platina, paládio.

Mas a reciclagem é complexa e não é difundida globalmente. Só 20% dos resíduos eletrônicos produzidos no mundo foram reciclados. A maior parte do que é descartado vai parar em lixões a céu aberto, contaminando solo, ar e água.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2017/12/1945328-brasil-e-o-2-maior-gerador-de-e-lixo-das-americas.shtml

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s