Quantidade de resíduos aumenta mesmo com queda de PIB e consumo

A quantidade de materiais descartados continua a crescer no Brasil, descolada de outros indicadores importantes em queda ou estabilidade. O total dos chamados Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) aumentou 1,7% de 2014 a 2015, período em que o PIB caiu 3,8% e a população cresceu a uma taxa bem menor: 0,8%.

Os dados fazem parte do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil 2015, estudo realizado anualmente pela Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais) com informações enviadas pelos municípios, e que foi divulgado na quinta (6).

A desconexão entre os índices indica que a crise econômica pode fazer diminuir o padrão e o preço do que é consumido, mas não tem alterado os hábitos de consumo no sentido de conter o desperdício. Além disso, a eventual troca de um produto caro por um mais barato não diminui a quantidade ou o volume de embalagens descartadas e nem de material orgânico inutilizado.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2016/10/1820682-quantidade-de-residuos-aumenta-mesmo-com-queda-pib-e-do-consumo.shtml

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s