Parede verde deve cair fora da compensação ambiental em São Paulo

Telhados e paredes verdes não servem para compensação ambiental. Essa foi uma das conclusões da CPI da Câmara Municipal para analisar termos de compromisso ambiental, com relatório final de 29 de novembro de 2016. Indicado pelo próximo prefeito, o novo secretário do Verde e do Meio Ambiente, vereador Gilberto Natalini (PV), foi o relator da CPI e se comprometeu a apresentar projeto de lei em 2017 para seguir essa diretriz.

A compensação é um instrumento que pretende contrabalançar os impactos ambientais ocorridos ou previstos no processo de licenciamento ambiental. Em São Paulo, um decreto municipal de março de 2015 havia modificado o Termo de Compromisso Ambiental (TCA), permitindo que empresas e pessoas físicas que interferissem na vegetação para construir pudessem compensar a perda da área verde com paredes e telhados verdes. É a regra que vale hoje, mas, segundo o relatório final da CPI, esses dois modelos de plantio não são adequados para esse fim.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2016/12/1843999-parede-verde-deve-cair-fora-da-compensacao-ambiental-em-sao-paulo.shtml

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s