Em vez de se vestir de gari, que tal…

Em vez de se vestir de gari de vez em quando, como fez no dia 2 de janeiro, para posar para fotos fazendo de conta que pega no pesado, o prefeito João Dória (PSDB) poderia se comprometer a manter as conquistas que São Paulo teve nos últimos anos na gestão dos resíduos e avançar onde é preciso.

Não é com marketing que se resolve a demanda de soluções complexas para uma cidade que gera aproximadamente 20 mil toneladas diárias de resíduos do comércio, indústria e domicílios –e que tem de destinar diariamente 12 mil toneladas vindas da coleta porta a porta. Podem fazer mutirões todo dia. Não é disso que se trata. E os primeiros sinais da nova gestão nessa área, no discurso e nas ações, não são promissores.

No discurso, além da cena dos falsos garis fazendo que conta que limpam o que já foi limpo pelos garis de verdade, o sistema de limpeza foi chamado de zeladoria pela operação Cidade Linda. Limpeza pública não é questão de zeladoria.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2017/01/1847275-em-vez-de-se-vestir-de-gari-que-tal.shtml

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s