Plano de SP não foca agricultura e é fraco no plantio de árvores

A falta de uma visão sobre agricultura urbana e de sua importância para a segurança alimentar é o aspecto mais negativo do plano de gestão da Prefeitura de São Paulo. Uma
meta muito baixa de plantio de árvores é outra falha do programa de governo para a área ambiental. O programa de metas municipal foi apresentado no fim de março.

É consenso que a expansão da cobertura vegetal urbana é fundamental em cidades poluídas como São Paulo. Para caminhar nessa direção, é preciso aumentar substancialmente o plantio de árvores nas ruas, pulverizar pequenos parques e praças, proteger e ampliar espaços em que ainda existam áreas verdes e garantir a fixação de unidades de agricultura familiar nos limites urbanos. Aumentar a área plantada é também um dos mecanismos para a retenção de umidade e ao mesmo tempo o combate a enchentes e inundações.

Essa cartilha básica vem sendo defendida por ambientalistas e urbanistas que discutem a evolução e a resiliência das megacidades contemporâneas.

Mais em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2017/04/1875569-plano-de-sp-nao-foca-agricultura-e-e-fraco-no-plantio-de-arvores.shtml

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s