Lixo: Ação para redução de poluentes pode acelerar compostagem

Um programa de redução de emissão de poluentes financiado pelo Coalizão para o Clima e Ar Limpo (CCAC), que tem apoio do Programa do Ambiente da ONU, pode antecipar para este ano o aproveitamento dos resíduos orgânicos em São Paulo.

Diariamente são geradas 10.500 toneladas de resíduos domiciliares na cidade. A fração orgânica corresponde a 51%. Depositado nos aterros sanitários, esse material se decompõe e é responsável pela geração de metano, poluente de vida curta e um dos gases do efeito estufa que contribui para as mudanças climáticas.

Se, em vez de ser depositada em aterros, a parte orgânica tiver manejo adequado e for reaproveitada, evita-se a produção de metano e a vida útil desses locais é prolongada.

Técnicos ligados à área de planejamento e resíduos da prefeitura da capital prepararam, de dezembro de 2014 a fevereiro de 2015, um diagnóstico sobre emissões de metano e possíveis ações para sua redução. Com o auxílio de especialistas da Associação Internacional de Gestão de Resíduos Sólidos (ISWA) eles agora elaboram um plano de ações para a implantação da coleta específica, as estratégias para buscar a adesão da população e o estabelecimento das rotas tecnológicas (formas de tratamento) adequadas.

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/maragama/2015/03/1599001-lixo-acao-para-reducao-de-poluentes-pode-acelerar-compostagem-em-sp.shtml

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s